By Salgado on 28th outubro

listen-music

É cada vez mais comum trabalhar ouvindo música. Assim como nós, que no CEVIU/CarrerBuilder temos o hábito de trabalhar ao som de playlists do Spotify, Rdio e YouTube, as listas de reprodução personalizadas podem ajudá-lo a executar melhor suas tarefas.

Se você é do tipo de pessoa que mantém fones de ouvido como um meio de acalmar as coisas, você não está sozinho. A música é capaz de causar efeitos no cérebro que contribuem para sua produtividade. Quem comprova isso é a ciência.

A música faz você mais feliz o que torna praticamente tudo mais fácil. Na verdade, é por isso que a música parece melhorar sua criatividade, tornando seu trabalho mais fácil, prazeroso, e transformando tarefas chatas em toleráveis. O que acontece quando se compara a produtividade de um mesmo profissional escutando música e sem escutar é surpreendente. Um experimento chamado “O efeito da música no desempenho do trabalho” realizado com desenvolvedores de TI mostrou que quando eles precisavam realizar uma mesma tarefa, com e sem música, os resultados eram bem diferentes. Quando estavam sem música havia perda de estímulo, alteração de humor, e aumento no tempo necessário para realização das tarefas. Quanto mais você escuta música, mais ela vai ajudá-lo a trabalhar. Os desenvolvedores que ouviram música por mais tempo tiveram maior benefício emocional.

A música pode ampliar sua criatividade. Você não vai se tornar criativo ouvindo algumas músicas enquanto você trabalha, mas, se você já é um profissional criativo, a música pode levá-lo para o próximo nível. A pessoa deve ter certas habilidades básicas para que sua criatividade possa ser melhorada através da música.

Agora que você já sabe que escutar música pode melhor sua produtividade no trabalho, é hora de dar o play. O CEVIU possui uma playlist no Spotify com um pouquinho do que costumamos ouvir no trabalho. Você pode usar ela para embalar seu dia. Aperte o play e bom trabalho: https://goo.gl/BN6yLA

Fonte: CareerBuilder
Autor: Salgado / CEVIU

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *