By Salgado on 15th setembro

CEVIU-SocialmediaAs redes sociais tem se tornado uma importante ferramenta para empregadores que buscam por profissionais qualificados. De acordo com uma pesquisa realizada pela CareerBuilder Índia, 68% dos recrutadores já desistiram de uma contratação após encontrarem pontos negativos nas publicações dos candidatos em redes sociais.  Além disso, 59% dos empregadores estão usando Facebook, Twitter, Instagram além é claro do LinkedIn para pesquisar sobre os candidatos, enquanto outros 33% estão planejando utilizar estes recursos em breve. Outro dado relevante levantado pela pesquisa diz respeito ao uso de sites de busca para encontrar profissionais. Cerca de 75% dos recrutadores disseram já ter utilizado o Google para buscar candidatos de emprego.

Em relação aos motivos que fizeram com que os recrutadores desistissem de uma contratação após analisar as redes sociais de um candidato, destacam-se o fato do candidato ter mentido sobre suas qualificações (50%), ter habilidades de comunicação pobres (50%), ter postado fotografias ou informações provocativas ou inapropriadas (47%) e compartilhar informações confidenciais do emprego anterior (42%). Detalhes como consumo de álcool e ofensas a ex colegas de trabalho também foram citados como fator determinante na não contratação de um candidato.

“É vital para quem procura emprego lembrar que muito do que eles postam na Internet pode ser encontrado por potenciais empregadores” revela a vice-presidente de Recursos Homanos da CareerBuilder, Rosemary Haefner. “Candidatos a emprego precisam ficar vigilantes e prestar atenção às atualizações de privacidade de todas as suas contas de redes sociais para que eles saibam quais informações estão disponíveis para os outros verem”, ressalta Haefner.

Os resultados da pesquisa são baseados nas respostas de 1.200 principais empresas da Índia.

Autor: Salgado / CEVIU

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *