By Salgado on 17th fevereiro

Acompanhar a velocidade com que as coisas acontecem no mundo da tecnologia não é tarefa simples. Computadores, tablets, smartphones, TVs e tantos outros aparelhos mudam constantemente movidos por novos sistemas, novas funcionalidades, maiores velocidades e uma série de características que permitem atualizações e lançamentos em curtos espaços de tempo. Com a internet não é diferente, muito menos com as redes sociais. Mesmo com a aparente soberania do Facebook, novas redes sociais são lançadas a todo o momento e acompanhá-las também não é fácil. É preciso de tempo, paciência e um pouco de dedicação.

Você já deve ter ouvido falar e provavelmente até tenha seu perfil no Facebook, Twitter, Orkut, LinkedIn, Google+, Foursquare, Flickr, MSN, Friendster, MySpace, Last.FM, hi5 e mais uma série de redes sociais, porém, mesmo com tantas existentes, novas opções surgem a todo momento. A bola da vez é o Pinterest. Como o próprio nome sugere, a nova rede social consiste em criar uma espécie de mural com temas do seu interesse. É possível seguir amigos, colocar “pins” de outros usuários nos seus murais e também curtí-los. Apesar de não ser uma rede social nova – foi criada em março de 2010, na Califórnia – ela começou a chamar a atenção no Brasil no segundo semestre do ano passado e agora em 2012 já registra quase 10 milhões de visitas por semana.

Para fazer parte do Pinterest é preciso ser convidado por algum usuário da rede social ou então pedir um convite pelo próprio site e aguardá-lo. (Este que vos escreve esperou cerca de 10 dias para receber o convite depois de fazer o pedido.) Assim como todo site que se preze atualmente, a integração com o Facebook e Twitter é permitida e também é possível procurar amigos em comum que utilizem o Facebook para adicioná-los no Pinterest.

O que talvez seja considerado por alguns como o maior diferencial do Pinterest, é visto por outros como seu maior defeito. A nova rede social é extremamente visual, o que pode cansar o usuário que está acostumado ao casamento equilibrado entre texto e imagem. Por outro lado, é um ambiente bonito e interessante para quem está aberto a novas experiências sociais na internet.

É pouco provável que qualquer rede social nova tenha a pretensão de desbancar o Facebook, coisa que nem o Google – até agora – conseguiu através do Google+, mas fugir do lugar comum e trazer coisas novas para os usuários é sempre uma boa jogada.

Para conhecer o Pinterest, clique aqui.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *