By Salgado on 15th julho

developersNo dia 28 de abril de 2011, publicamos no blog do CEVIU o artigo “Sobram vagas de TI no Brasil”. Este post é até hoje um dos mais lidos de nosso blog e o segundo que mais teve comentários, atrás apenas da sua segunda versão, o “Sobram vagas de TI no Brasil – O outro lado da moeda”.

Passaram-se quatro anos até aqui e fica a pergunta: será que alguma coisa mudou?

De acordo com a empresa de consultoria e pesquisa de mercado International Data Corporation (IDC), o mercado de TI no Brasil deverá terminar o ano bem acima do PIB, com crescimento de 5% em relação ao ano passado e com 165,5 bilhões de dólares em investimentos. Soma-se a isto, a previsão da Brasscom (Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação) que estima um aumento de 30% na contratação de profissionais do setor no Brasil.

No resto do mundo o cenário não é muito diferente. No contexto global, o IDC prevê a movimentação de 3,8 trilhões de dólares no setor. Nos países emergentes, os gastos com tecnologia deverão aumentar 7,1% em relação à 2014 enquanto que nos países desenvolvidos o aumento deverá ser de 1,7%. Já na América Latina, estima-se que o aumento será de 5,7 em relação ao ano passado.

Os números apresentados servem para ilustrar o que acontece no mercado global de TI. A demanda é crescente e a carência de profissionais afeta diversos setores da economia, não só os voltados para a tecnologia, mas também aqueles que investem na modernização de seus processos.

Mesmo diante de um momento econômico ruim e incerto no Brasil, o mercado de TI consegue se sobressair. De janeiro a junho deste ano, o número de vagas no setor cresceu 44%. Se analisarmos somente o mês junho, foram abertas 10.105 novas vagas na área de tecnologia da informação, 3.640 a mais que no mesmo período de 2014.

Após 4 anos podemos afirmar: continuam sobrando vagas de TI no mercado. Só resta saber se elas oferecem aquilo que os profissionais da área desejam.

Encontre milhares de vagas em TI: http://goo.gl/rN9uiC

Autor: Salgado / CEVIU

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *