By Cleverson-santos on 3rd junho

O teste integrado de sistema, como o próprio nome sugere, é o tipo de teste executado para garantir que o sistema funcione como um todo, ou seja, valida que a sua integração com outras interfaces esta funcionando conforme o esperado.

SIT (na sigla em Inglês) é a etapa do processo de testes que acontece antes da homologação, ou seja, é aqui onde o Analista/Testador encontra o maior número de defeitos possíveis, para então envia-los para correção, após os defeitos corrigidos é feita uma tarefa de re-testes, para garantir que além das correções efetuadas não houve a introdução de novos defeitos no código.

O teste de sistema é o grande responsável por uma aplicação chegar ao processo de homologação sem erros porém, “não há aplicação ou sistema livre de erros”, o que é feito nos testes integrados de sistema é a pura execução dos casos ou cenários de testes descritos, com a finalidade de encontrar erros.

O fato de durante uma execução não encontrar erros, não quer dizer que os mesmos não estejam lá, pois um sistema pode funcionar por anos sem apresentar problemas (defeitos), mas em algum momento, alguma correção ou algum upgrade do mesmo sistema, pode acarretar o defeito, pois pode-se alterar uma parte pouco trabalhada do sistema, fazendo com que o defeito apareça.

O teste integrado de sistema tem esta finalidade, não permitir que erros sejam levados para as etapas de homologação, e futuramente produção.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *