By Salgado on 16th junho

Untitled-1Recentemente o CEVIU publicou um post sobre como as pessoas que não possuem perfil em redes sociais têm menos chances de serem chamadas para uma entrevista de emprego. Mas não basta apenas ter um perfil se ele não destaca nenhuma das suas características profissionais. Vamos dar algumas dicas de como fazer isso e usar o poder das redes sociais para aumentar suas chances no mercado profissional.

Antes informamos que não queremos doutrinar ou dizer como uma pessoa deve se comportar nas redes sociais. O objetivo aqui é apenas de ajudar aqueles que querem uma força para melhorar suas chances no mercado. Também lembramos que não basta ter perfis impecáveis nas redes sociais para ser contratado. Seu perfil profissional, sua formação e experiência são fundamentais num processo seletivo. E também que, da mesma forma que numa entrevista, não adianta mentir, pois será prejudicado posteriormente.

O que um entrevistador procura?

A primeira coisa a fazer é pensar como um profissional de RH que é responsável pelas entrevistas e contratações. Num processo com vários potenciais candidatos ele não quer perder tempo e dará prioridade àqueles que souberam mostrar suas principais características logo de cara. Assim, imagine que você tem dois minutos para chamar a atenção de alguém. Olhando rapidamente para seu perfil será que isso é possível?

Independente da sua resposta confira nossas dicas para destacar as informações mais importantes de seu perfil.

Fotos – É a primeira coisa que será vista então não passe uma impressão ruim. Mesmo que seja um recorte utilize fotos de qualidade. Não é necessário utilizar a mesma foto em todos os seus perfis, até porque as redes sociais têm objetivos diferentes.

Facebook e Twitter são algumas das redes que oferecem a opção de ter uma cover ou foto de capa para seu perfil. Nestes casos tem mais liberdade e pode ser mais criativo. Uma dica é procurar em diretórios ou banco de imagens por fotos legais e que tenham relação com sua área. Os temas são vários como esportes, geek, filmes, músicas, etc. Sempre lembrando do bom senso na hora de escolher.

Bio – Comece pelo básico e informe sua cidade corretamente. Depois crie um pequeno texto de apresentação que seja simples, claro e com informações relevantes sobre você, principalmente seus interesses profissionais. Evite frases em inglês, letras de músicas ou o canto da torcida do seu time, por mais que seu inglês seja fluente, você curta algum artista ou seja um torcedor apaixonado. Não há problema em citar sua religião, mas se quiser dar um toque pessoal é melhor falar da sua família, que terá um impacto ainda maior!

Postagens – A quantidade e velocidade de postagens não fará diferença para quem está analisando seu perfil para um emprego. Mas as curtidas ou engajamento em suas publicações são uma forma de mostrar que é uma pessoa interessante. Assim, procure postar só assuntos legais e evite ser chato ao ponto de aborrecer pessoas. Se for postar sobre futebol, por exemplo, se limite ao seu time e não ofenda torcedores adversários para evitar discussões.

Dica – Não é todo mundo que tem ‘conteúdo’ para postar diariamente coisas interessantes. Não deixe de seguir fontes relevantes à sua área profissional, além de participar de grupos relacionados. Ser ativo nas redes sociais e compartilhar estes interesses com certeza fará você se destacar e até ganhar seguidores.

Mesmo que não ache muito interessante, não deixe de criar um perfil no LinkedIn, pois se trata de uma rede social profissional voltada principalmente para networking, carreira, etc.

Por fim, não se trata exatamente de certo ou errado. A questão é ter bom senso sobre o que vai postar e como mantém seu perfil. Uma foto na piscina com a sua família é legal; já uma foto da ‘festa da piscina’ com os amigos pode não ser interessante. O mesmo vale para fotos com bebidas. É assim, você tem que pensar duas vezes antes de postar, mas se teve que pensar por mais de uma vez é provável que não seja legal! 😉

E então, gostou de nossas dicas sobre como ter um perfil profissional nas redes sociais? Não é muito difícil não é mesmo? Pois não precisa disfarçar o que curte e seus hobbys, apenas deve ter atenção para destacar seus pontos positivos.

Caso venha a ser contratado, não é toda empresa que possui uma estratégia de mídias sociais e define como deve ser o uso das redes sociais pelos funcionários, durante e após o expediente, mas se seguir os passos acima é provável que não tenha problemas.

Autor: Leonardo de Souza / CEVIU

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *