By Salgado on 22nd outubro

O tão amado e também odiado horário de verão começou neste fim de semana. Os moradores do Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e o Tocantins adiantaram seus relógios em uma hora na madrugada de sábado para domingo. Com isso, o Governo Federal espera economizar com o Horário de Verão cerca de R$ 280 milhões. O novo horário vai até o dia 17 de fevereiro de 2013.

Apesar da economia, o horário de verão é motivo de discussão entre a população. Isto porque, boa parte dos brasileiros acredita que outras formas de economia de energia poderiam ser adotadas pelo governo. Entre as principais reclamações, está disparado em primeiro lugar o fato de acordar mais cedo. Dependendo da região do Brasil, quem está acostumado a acordar as seis horas da manhã por exemplo, pode acordar com o dia escuro ainda. Além disso, o relógio biológico também estranha a mudança repentina dos horários. Diante disso, confira dicas importantes para se adaptar melhor ao horário de verão:

1 – Nos primeiros dias, faça refeições mais leves. O organismo é condicionado através do horário biológico e ao alterá-lo, quanto menor esforço ele tiver para se adaptar, melhor você vai se sentir.

2 – O hormônio do sono, chamado de melatonina é acionado pela ausência de luz. Com o horário de verão, os dias ficam claros por mais tempo. Caso você durma cedo, lembre-se de adaptar seu quarto para que a claridade não o atrapalhe.

3 – Durante as primeiras semanas, organize-se melhor deixando tudo que precisa para sair de casa no dia seguinte arrumado. Até você se adaptar ao novo horário, leve em conta a possibilidade de perder a hora e se atrasar para seus compromissos.

4 – Caso você tome remédios controlados, continue seguindo as horas do relógio. Mudar o horário que você os toma por conta do horário de verão pode atrapalhar seu organismo a se adaptar.

Lembre-se de seguir as recomendações acima. A demora na adaptação ao novo horário pode resultar em cansaço, fadiga e até mesmo exaustão.

Boa sorte em sua adaptação.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *