By Salgado on 4th abril

Menos de um mês após assumir o cargo de CEO da Mozilla, Brendan Eich, famoso por ter sido o criador do JavaScript, pediu demissão do posto. Depois que várias manifestações contra Eich foram feitas devido à sua explícita posição contra o casamento homossexual – Eich inclusive financia uma ong sobre o assunto – o até então CEO da organização responsável pelo Firefox não suportou a pressão e abriu mão do cargo.

Já em 2012 as primeiras manifestações contra o criador do Javascript começaram, porém, foi ao assumir o comando da fundação Mozilla que se tornou notório o movimento anti Eich. Além de milhares de pessoas nas redes sociais, até mesmo o site de relacionamentos OkCupid entrou na onda. Quem acessava o site através do Firefox era redirecionado para uma mensagem. Nela, o OkCupid dizia que era a favor de todo o tipo de relacionamento e que se não fosse assim perderia cerca de 8% dos seus usuários por eles serem homossexuais. O recado ainda pedia que o usuário acessasse o site através de outro navegador, em um claro boicote à Brendan Eich.

Durante o pouco tempo que esteve a frente da Mozilla, Eich tentou separar suas crença pessoal distante do seu comportamento profissional. Mesmo assim o movimento anti Eich conseguiu fazer com que o CEO abandonasse o cargo. De acordo com um porta voz da Mozilla, a fundação ainda estuda quem será o novo CEO a frente dos seus projetos.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *