By Salgado on 14th outubro

Group of people at the university looking happy

A última coisa que você pode querer fazer é olhar para trás através de suas memórias do ensino médio e arrepender-se da carreira que escolheu. Por outro lado, nada mais natural que estudantes do ensino médio olharem para frente e imaginar o seu futuro no mercado de trabalho.

De acordo com uma recente pesquisa da CareerBuilder, alunos do ensino médio já possuem opiniões sólidas em torno de como é a vida no mercado de trabalho. Suas expectativas foram comparadas com trabalhadores atuais, já inseridos no mercado.

Para começar, os trabalhadores de hoje e os do futuro têm ideias diferentes do que é um salário que os tornaria profissionais bem sucedidos. 25% dos trabalhadores atuais acreditam que seriam bem sucedidos ganhando menos de US$ 50.000 por ano, enquanto somente 18% dos estudantes acreditam que este salário poderia torna-los profissionais de sucesso.

Estudantes do ensino médio também são mais inspirados quando se trata de sua definição não monetária de sucesso: 54% dos jovens acreditam que “deixar sua marca neste mundo” é suficiente para ter tido sucesso na carreira enquanto que apenas 22% dos profissionais do mercado pensam assim.

No que diz respeito a mudanças de empregos, os números são parecidos. Enquanto 16% dos jovens pensam em ficar apenas 1, 2 anos na mesma empresa, 15% dos profissionais atuais pensam da mesma forma. O mesmo acontece em relação àqueles que pensam em trabalhar em 10 ou mais companhias. Entre os futuros profissionais, 32% pensam em trabalhar em várias empresas, número próximo aos 28% dos atuais profissionais que compartilham deste pensamento.

O que isso significa para você?

Rosemary Haefner, diretora de recursos humanos da CareerBuilder, diz,

“Com a próxima geração de trabalhadores se preparando para entrar no mercado de trabalho, agora é o momento para as empresas ajustarem suas estratégias de recrutamento e retenção para garantir o sucesso e a satisfação de seus funcionários.”

Haefner observa que, embora as expectativas no local de trabalho possam variar muito entre diferentes gerações, uma coisa eles têm em comum é o desejo de ser bem sucedido. Ela sugere a introdução de programas que promovam a aprendizagem para ajudar os trabalhadores de todas as gerações atingirem suas metas.

Fonte: CareerBuilder
Autor: Salgado / CEVIU

 

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *