By Salgado on 21st maio

O universo dos jogos online permite uma série de experiências aos usuários, entre elas, a interação com pessoas de outros países. E é neste cenário que os brasileiros vêm se destacando, infelizmente, de forma negativa.

É o que constatou uma recente avaliação feita em fóruns de jogos como o DayZ por exemplo. “Aqui é Brasil, seu safado”, disse um jogador brasileiro identificado como L3L3K ao assassinar um norte americano no jogo. O assassinado respondeu mostrando como anda a moral dos jogadores do Brasil nos games online  “Tinha que ser brasileiro”.

Batizado de comportamento “tóxico”, este tipo de ação caracteriza jogadores que ao invés de seguirem os objetivos normais do jogo, roubam equipamentos dos avatares de outros jogadores, atacam membros de sua própria equipe durante as missões, gritam, e ainda promovem a imagem dos brasileiros como arruaceiros e trapaceadores.

Em outro forum, desta vez do game “League of Legends”, os membros chamam os brasileiros de “submundo dos games”, além de agradecer a criação de servidores brasileiros, de forma que assim o número de jogadores daqui que atuam em servidores internacionais diminua.

Para Isac Cobb, um desenvolvedor de games nos EUA, os brasileiros estão atuando nos games como uma gangue e não como um grupo. Ele disse que alguns desenvolvedores hoje já pensam na possibilidade de bloquear jogadores brasileiros devido ao seu comportamento.

A atitude dos brasileiros em jogos como DayZ, League of Legends, Call of Duty, Dota entre outros, tem feito com que alguns jogadores daqui mudem sua nacionalidade ao criarem seu perfil nestes jogos. Para Caio Simon, jogador brasileiro de DayZ, existe um exagero por parte de quem reclama. “É só um jogo, estamos nos divertindo. Não é para levar tão à sério”, disse ele.

Resta saber se a diversão dos brasileiros nos jogos não tem comprometido o direito de outros jogadores se divertirem também.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *