By Salgado on 16th junho

Alguns dos maiores personagens do futebol dizem que uma das coisas que torna o esporte apaixonante são seus erros. Ao contrário de esportes como tênis, futebol americano, entre outros que já utilizam a tecnologia como aliada, no esporte mais popular do mundo, um erro de arbitragem pode decidir não só um jogo, mas um campeonato. E é pensando em evitar isto que pela primeira vez a FIFA utiliza recursos eletrônicos para validar um gol.

Durante a Copa do Mundo no Brasil, as bolas utilizadas nos jogos possuem um chip para verificar se a bola realmente passou da linha do gol. O primeiro caso onde a tecnologia foi decisiva aconteceu ontem, na partida entre França e Honduras em Porto Alegre. Depois de um chute do atacante francês Benzema, a bola bateu na trave, no goleiro, e antes de chegar as redes foi tirada de dentro do gol pelo guarda redes hondurenho. Como o lance foi rápido e a bola não chegou ao fundo das redes, houve a dúvida se a bola havia entrado ou não.

Os estádios da Copa possuem 14 câmeras de alta resolução exclusivas para auxiliar na “Goal Line Technology”. Estas câmeras estão instaladas nos gols e em pontos estratégicos do estádio para captarem 500 imagens por segundo. No caso do jogo de ontem no estádio Beira Rio, quando a bola passou a linha, um sinal foi enviado para o relógio do árbitro informando que realmente foi gol. Em uma fração de segundos e sem ter chance de ter errado, o juiz pôde validar o gol francês. O telespectadores que acompanhavam a partida puderam ver um tira teima virtual parecido com os que existem nos jogos de tênis confirmando que a bola havia entrado.

Apesar de a novidade estar sendo usada na Copa do Mundo, a FIFA ainda não informou se a tecnologia será utilizada em outros campeonatos. Ficamos na torcida para que sim.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *