By Salgado on 15th março

James Whittaker é um ex-executivo do Google e recentemente fez declarações pesadas sobre a companhia e seu atual CEO, Larry Page. As maiores críticas dão conta de que o Google tem perdido seu foco inovador por estar “obcecado” em bater de frente com o Facebook.

Whittaker trabalhou por três anos no Google como diretor de engenharia e hoje é funcionário da Microsoft. As declarações foram feitas em seu blog e criticam duramente o que ele chama de “novo Google”. Whittaker diz no post que adorava trabalhar no Google, mas que as coisas na empresa começaram a mudar quando as inovações foram deixadas de lado para dar lugar ao que ele chama de “turbilhão de desespero”, quando a empresa passou a captar publicidade e investir intensamente para que o Google+ pudesse concorrer diretamente com o Facebook.

Em outra parte do post, o ex-funcionário diz que todos no Google se sentiam orgulhosos de criaçãos como o Chrome e o Gmail, mas que então Larry Page percebeu que a empresa estava perdendo muitas oportunidades nas redes sociais. A partir daí, tudo que o Google fazia, segundo Whittaker, era voltado para o Google+. Segundo ele, toda a empresa passou a trabalhar com o foco na integração de seus serviços com o Google+ e tudo que não era relacionado a rede social era deixado de lado.

Whittaker não foi o primeiro ex-funcionário do Google a criticar publicamente a empresa. Em 2011, Steve Yegge, engenheiro de software da empresa publicou um texto onde também criticava o Google e sua obsessão com o Google+.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *