By Salgado on 17th setembro

O juiz eleitoral Ruy Jander de Campina Grande, na Paraíba, decretou na última sexta-feira dia 14 a prisão do diretor geral do Google no Brasil, Edmundo Balthazar. Jander ainda determinou que o diretor da empresa no Brasil só poderá ser solto no caso de pagamento de fiança.

De acordo com o decreto, Balthazar foi acusado de desobediência por não retirar do YouTube o vídeo onde um candidato a prefeito da cidade é chamado de burro. No vídeo, o candidato Romero Rodrigueis do PSDB, cita o IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica como “Índice de Desempenho do Ensino Básico” e por isso é chamado de “Burro” através do personagem Chaves.

Para o juiz Jander, o caso se enquadra no artigo 347 do Código Eleitoral. Já o Google informou através de nota que vai recorrer da decisão uma vez que entende que o caso trata-se de liberdade de expressão, que é um direito constitucional.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *