By Salgado on 7th outubro

De acordo com o instituto de pesquisa Data Popular, mais de 7 milhões de brasileiros usam a internet do vizinho. Porém, ao contrário do que muita gente pensa, este número não revela o “roubo” da internet alheia, e sim contratação dividida de uma assinatura.

A pesquisa realizada pelo Data Popular foi apenas em caráter de curiosidade, mas retrata bem esta prática que é bastante comum nos lares brasileiros. O grande problema é que a Anatel proíbe tal prática. Segundo ela, este tipo de compartilhamento fere os princípios do serviço de contratação de internet banda larga.

Na última semana, o TRF, Tribunal Regional Federal da 1ª Região recusou um pedido feito pelo MPF, Ministério Público Federal que pedia a caracterização do compartilhamento de internet como crime. A Anatel considera que este tipo de ação assemelha-se, por exemplo, ao compartilhamento de sinal de TV a cabo. Porém, para a alegria de – no mínimo – 7 milhões de brasileiros, a justiça não pensa assim.

O Data Popular informou que este tipo de prática é mais comum na região Sudeste e é praticado principalmente por pessoas entre 16 e 25 anos. Vale lembrar que esta posição da justiça diz respeito a um caso isolado. Caso a Anatel queria levar adiante o problema, é possível que o compartilhamento de internet torne-se uma atividade ilegal no Brasil. Vamos torcer para que este dia não chegue.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *