By Salgado on 3rd julho

Comprar na internet atualmente está longe de ser perigoso como já foi em outros tempos. Os bancos, navegadores e as próprias pessoas estão mais atentos à segurança que envolve este tipo de transação. Porém, o comércio e a prestação de serviços online ainda não são 100% seguros. Apesar do esforço dos comerciantes e das instituições financeiras, o papel do usuário é fundamental neste processo. E é isso que pode ter sido a porta de entrada para um malware que acredita-se ser o responsável por um prejuízo de R$ 8,5 bilhões.

A RSA, empresa de segurança digital dos Estados Unidos, divulgou um comunicado hoje alertando sobre um malware batizado de Bolware. O problema foi descoberto depois que alguns dos especialistas da empresa se infiltraram em grupos voltados para fraudes eletrônicas. O FBI já estava investigando a atuação dos responsáveis pelo Bolware em parceira com a Polícia Federal brasileira. Isto se deve ao fato que a maioria dos pagamentos feitos via boleto bancário acontecem no Brasil.

De acordo com investigações preliminares, o Bolware existe desde o fim de 2012 e foram descobertas 10 variações, todas baseadas no Windows. O malware se espalha através de emails com anexos suspeitos e em redes sociais através de links maliciosos. Ele roda nos navegadores Chrome, Firefox e Internet Explorer.

O grande problema do Bolware é que ele parece indetectável mesmo quando se trata de uma pessoa experiente em compras online. Segundo a RSA, o Bolware intercepta transações e muda os dados do boleto no intervalo entre sua geração pelo banco e sua exibição para o usuário. Como as informações mais explícitas como logo do banco e valor não são alteradas, fica difícil perceber a fraude. Ainda de acordo com a empresa, mais de 495 mil transações foram alteradas pelo Bolware, um prejuízo que gira em torno de R$ 8,5 bilhões – valor que pode aumentar com o decorrer das investigações.

A Febraban, órgão responsável pelos bancos que atuam no Brasil ainda não se pronunciou sobre o assunto. Quem tiver a opção de pagar de outras formas, é bom evitar o boleto bancário.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *