Programador americano é demitido por terceirizar seu trabalho com um chinês


chineseUm programador americano foi demitido depois que a empresa onde trabalha descobriu que ele terceirizava seu trabalho na China. Ele estaria pagando menos de um quinto do seu salário para que um chinês realizasse suas tarefas.

A descoberta foi feita depois que a empresa contratou a Verizon, companhia especializada em segurança digital para verificar uma possível série de ataques hackers vindos da China. A empresa onde o americano trabalhava, permitiu que alguns de seus programadores trabalhasse de casa durante alguns períodos do ano. Para isso, criou um monitoramento onde verificava as conexões que originavam o acesso aos seus sistemas.

Através da investigação, a Verizon descobriu uma conexão entre a estação uma das estações de trabalho remota da empresa e um computador em Shenyang. Ao analisar o computador do funcionário, a Verizon encontrou centenas de documentos como faturas de pagamento do funcionário chinês terceirizado.

De acordo com as investigações, o chinês que fazia o trabalho do funcionário era talentoso e o valor cobrado por ele correspondia a menos da metade do salário do seu contratante.

, ,

  1. Nenhum comentário ainda.
(não será publicado)