By Salgado on 9th junho

Você já ouviu falar no teste de Turing? Trata-se de um experimento criado na década de 1950 que tinha como objetivo analisar se a inteligência artificial era capaz de superar a humana. Para isto, bastava que um computador fosse capaz de enganar um ser humano. O teste que leva o nome do seu criador, Alan Turing, consiste em um computador responder perguntas digitadas feitas por humanos de forma que 30% destes humanos acreditassem que outro homem e não uma máquina estivessem respondendo as questões.

Até sábado, dia que marcou o aniversário de 60 anos de morte de Turing, o teste jamais havia dado a vitória para  a máquina. Porém, um teste feito na Universidade de Reading, em Londres, mostrou uma máquina feita por cientistas russos passando-se por um garoto ucraniano. Batizado de Eugene Goostman, o “garoto” tem 13 anos e se intitula como uma pessoa que sabe de tudo, apesar de não colocar todo seu conhecimento em prática. O fato de passarem os dados do “humano virtual” aos participantes do teste fazem com que o resultado seja mais preciso. As perguntas respondidas por Eugene mostravam traços de uma personalidade muito parecida com a descrita para o personagem. Com isto, as pessoas acreditaram se tratar realmente de um humano, e não de uma máquina.

Mesmo não se tratando uma máquina com emoções e interpretações tão precisas quanto à do homem, é notável o fato de que pela primeira vez a inteligência artificial superou a inteligência humana. Resta saber quais serão os próximos passos.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *