By Salgado on 7th outubro

unnamed

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi autorizado a realizar um novo concurso para um total de 600 vagas. A autorização foi dada pelo Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG) por meio da portaria nº 302 publicada no “Diário Oficial da União” segunda-feira (27/09).
Ao todo serão 7825 vagas oferecidas (Foto: Divulgação/ Prefeitura de Itanhaém)
Agentes do IBGE
(Foto: Divulgação/ Prefeitura de Itanhaém)

Serão 90 vagas para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatística (nível superior), 50 para tecnologista em informações geográficas e estatística (nível superior) e 460 para técnico em informações geográficas e estatística (nível médio).

O último concurso do IBGE foi realizado em 2013 quando 132,6 mil candidatos disputaram 432 vagas de níveis médio e superior. Os salários variaram de R$ 2.813,10 a R$ 8.907,45. A organizadora foi a Cesgranrio. Foram 300 vagas para técnico em informações geográficas e estatísticas, 60 para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatística, 60 para tecnologista em informações geográficas e estatística e 12 para pesquisador em informações geográficas e estatísticas. O resultado final foi divulgado em fevereiro de 2014.

O novo concurso público não poderá contemplar a localidade prevista no anexo I do edital nº 2/2013, que rege o concurso atualmente vigente, para a qual haja candidato aprovado e não convocado.

O provimento dos cargos nos quantitativos previstos deverá ocorrer a partir de dezembro de 2015, e está condicionado à existência de vagas na data da nomeação; e à declaração do respectivo ordenador de despesa, quando do provimento dos referidos cargos, sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa à Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados.

O prazo para publicação do edital de abertura do concurso público será de até seis meses, contado a partir da data de publicação desta portaria, ou seja, até janeiro de 2016.

There are no comments yet.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *